domingo, 9 de março de 2008

não-te-esqueças-de-mim





MIOSÓTIS // Pequena erva que sobre meu sepulcro brota, // se essa carne pra mim já agora inútil, // pode ser pra ti adubo fértil, // atende ao pedido desta alma ignota. // Se puderes escolher o que queres ser // como as pequeninas almas antes de nascer, // não sejas Lírio, Cravo ou Jasmim, // seja um Não-Te-Esqueças-De-Mim.

escrita por uma amigo especial...Dario

http://estranhamobilia.blogspot.com/2008/02/goteiras.html

Um comentário:

helena disse...

Ly disse...
Nossa, lindo o poema desse seu amigo. Também quero ser um não-esqueça-de-mim...
Também li o Tiro Certo e Azulando umida rosa flor. Acho d+ as suas escolhas de textos!
Bjs!

7 de Março de 2008 11:53