terça-feira, 3 de junho de 2008

brilhante



***
Nosso medo mais profundo não é de não sermos bons o bastante.
Nosso medo mais profundo é de sermos poderosos além da medidas.
Perguntamos a nós mesmos
Quem sou eu para ser brilhante, generosa, talentosa, fabulosa, fantástica?
Na verdade, quem é você para não ser?
***

Um comentário:

adoramor admiramor disse...

lindo

gostei

rosas

@---->;---------
@---->;---------
@---->;---------
@---->;---------