quinta-feira, 2 de julho de 2009

sentimentos


***
Já me acostumei com a insegurança
De quem não quer sofrer
A paixão certeira que nos alcança
Quem poderá prever
A profundidade e o envolvimento
Não dá pra controlar
A longevidade do sentimento
Só o tempo dirá
Pode ser
Uma nova ilusão
Pode ser
Esse meu coração
Ou será o amor, ou será
Quando a tua boca me rouba um beijo
Sinto meu chão rachar
Amo teus contornos, em ti me vejo
Dentro do teu olhar
Mas bem lá no fundo me bate um medo
Medo de me entregar
Quase todo mundo tem um segredo
Me ajuda a desvendar
***

2 comentários:

Otilio disse...

Olá HELENA !
Que poesia cheia de beleza.
Versos que completa o ser.
Parabéns !

Aqui de Maringá-Pr
Para você.

altino olimpio disse...

Eta menina que escreve gostoso, acho que vou te pedir em casamento rsrsrsrsrs. Um beijão amiga dos sentimentos e das sensibilidades.