sábado, 30 de maio de 2009

amor nas nuvens



***
Abro meus braços e vôo alto
Não preciso dos meus pés para ir longe
Vou onde meus pensamentos me levarem
Vou até o sol, até a luz, até as sombras.
Chego até ti através dos meus pensamentos...
Sinto tua presença
Sei dos teus passos
Pois conheço tua essência.
Me afasto do superficial
Preciso do profundo, do intenso, do verdadeiro.
Palavras bonitas duram pouco
Um toque, um olhar podem durar.
Ficam marcadas na pele e na alma
Cada vez que me pega forte
E toda vezes que me acalma
Quando me ama, quando me salva.
Vôo assim até o sol de minha alma
Em busca do calor que me aquece
Do ar que me leva
Do teu amor que me trás.

***

2 comentários:

Dino Canalli disse...

Lágrimas descem do alto dos olhos, seguem curvas ao berço do rosto, onde encontram o abrigo necessário. Já não é mais um rosto comum, foi banhado de reflexos raros, já não são os mesmos olhos, brilham neles novos sentidos, que estão além da visão...
À sua Poesia, que encanta e Emociona.

Transcendente disse...

Nada como o pensamento para nos salvar da vida carrasca...